fbpx

Você não está pronta

O post de hoje é um pouquinho mais curto, mas tem uma lição importante. Quero conversar um pouco contigo sobre como a gente nunca se sente pronta para dar um passo maior ou para se jogar em algo desconhecido, e sobre o que fazer para superar essa sensação.

Esse sentimento de “eu não sou boa o bastante” me assombrou durante boa parte da minha vida. Na verdade, como eu sempre digo, sou uma criatura meio perfeccionista e tendo a sempre achar que preciso me cercar das condições ideais antes de me arriscar em algo novo. Falei sobre isso aqui no blog na semana passada, inclusive.

Só que antes isso era muito pior. Toda e qualquer situação que exigisse sair um pouco da minha zona de conforto, gerava um caos na minha vida. Até coisas relativamente simples, como fazer uma entrevista para uma vaga de emprego que eu queria, ou fazer uma prova na faculdade… Esse tipo de situação me gerava uma ansiedade e um estresse imensos.

Eu sempre achava que tinha que ter feito mais um curso, que tinha que ter melhorado meu currículo, que tinha que ter estudado mais, que ainda não sabia o suficiente. Muitas vezes eu me sentia uma fraude. E, sempre que podia, eu evitava a todo custo passar por novas situações que me gerassem desconforto.

Onde a gente gosta de estar

Me lembro que, na época da faculdade, eu contava as provas de uma por uma e pensava “falta pouco para eu nunca mais ter que passar por esse calvário”, como se: 1) eu realmente nunca mais fosse ser testada (não sei onde estava com a cabeça…); e 2) as provas fossem a pior coisa que me aconteceria na vida (mal sabia o que me aguardava 😂).

O que acontecia comigo era que eu amava a minha zona de conforto. Ela era quentinha e segura, e eu sentia que podia passar a vida toda lá dentro. Nada mau iria acontecer… Só que, uns bons anos depois da faculdade, eu me toquei que nada muito bom aconteceria também.

E esse foi meu ponto de virada. Aos poucos, eu comecei a entender que todas as coisas grandiosas que aconteceram na minha vida – meus trabalhos, minha formação, meu relacionamento -, só aconteceram fora da minha zona de conforto. Em algum momento eu tive que arriscar.

E, por mais assustador que fosse, no final sempre tinha uma recompensa. Uma recompensa que jamais viria se eu continuasse me encolhendo, e diminuindo a minha vida e a pessoa que eu era, para caber dentro daquilo que considerava seguro.

Você não está pronta | Miss Paper | Karina Matos

Onde a gente devia querer estar

Foi assim com o meu trabalho atual: quando saí do meu último emprego, por mais que eu tivesse vontade de tentar empreender, uma vozinha me dizia “procure outro trabalho…”; “volte para o mercado convencional…”; “empreender não é para você…”. E eu fiquei apavorada. Morria de vergonha de falar o que eu fazia, de publicar meu conteúdo.

Até que me obriguei a me arriscar. Sem procurar ainda mais especializações, sem perder a vergonha e ainda com medo. E começou a dar certo! Logo no primeiro lançamento do meu curso, tive minhas primeiras alunas, que confiaram no meu trabalho e no que eu tinha para oferecer; e recebi os primeiros feedbacks do primeiro produto que criei do zero.

Tem noção de como foi difícil no começo? Pois foi. Só que o jeito como me senti depois foi incrível. Saber que tinha contribuído com a vida de alguém, com algo que eu produzi, a partir do meu conhecimento… Nunca na vida eu tinha experimentado essa sensação. E, se eu tivesse escolhido me manter quentinha na zona de conforto, jamais teria acontecido.

O mais provável é que hoje eu estaria trancada num escritório, lidando muito mais com a insatisfação de outras pessoas do que com a satisfação que gero hoje, e me sentindo uma mola encolhida. Deus sabe que isso era tudo o que não queria para a minha vida. E eu só consegui o que queria quando me arrisquei e botei a cara no sol. ☀️

Aceite as oportunidades!

Contei esse pedaço todo da minha história (e olha que eu disse que o post seria curto…) para deixar essa lição-barra-conselho para ti: você realmente não está pronta – e nunca estará – para fazer algo novo e desafiador. Se você se sentir pronta, é porque ainda está dentro da sua zona de conforto, e aquela situação não é grandiosa a ponto de te fazer crescer e se expandir.

Eu tenho certeza de que você quer aprender mais, testar coisas novas, e se tornar a melhor pessoa que conseguir ser. Você não estaria lendo esse texto se não quisesse. Então não desperdice o recurso mais valioso que você tem – seu tempo – empregando-o em coisas que vão te deixar presa onde você não quer estar… Se arrisque a viver uma vida empolgante!

Quando se vir diante de algo desafiador, tente se perguntar qual é o pior cenário que pode acontecer caso você agarre aquela chance. Em geral, na pior das hipóteses, você só vai sair daquela situação sendo uma pessoa mais forte e com mais bagagem para enfrentar a vida. E, na melhor, você pode experimentar coisas incríveis… 🌈

Por isso, não fuja dos desafios e não tenha medo de sonhar grande. Tenha mais medo, na verdade, de permanecer sempre onde está, sem exercer todo o potencial que sabemos que existe dentro de você. É o que procuro fazer diariamente, e, como eu te disse, tem dado certo. Vamos fazer isso juntas? Me conta aqui se você topa! 💛

Compartilha com as amigas!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Você também vai gostar:

Até beterraba em excesso faz mal | Miss Paper

Exemplo 13

Lorem ipsum morbi maecenas ante sapien eget, tempus ante feugiat ut sagittis, fusce phasellus at ad aptent. facilisis pulvinar tristique

Leia Mais →

Apaixonada por planners, por cachorros fofos e por liberdade. Acredito que toda mulher merece uma vida independente; e que somente com planejamento, organização e produtividade é possível para conquistar isso. Saiba mais aqui.

Você não está pronta

Compartilha com as amigas!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Você também vai gostar:

Até beterraba em excesso faz mal | Miss Paper

Exemplo 13

Lorem ipsum morbi maecenas ante sapien eget, tempus ante feugiat ut sagittis, fusce phasellus at ad aptent. facilisis pulvinar tristique

Leia Mais →

Apaixonada por planners, por cachorros fofos e por liberdade. Acredito que toda mulher merece uma vida independente; e que somente com planejamento, organização e produtividade é possível para conquistar isso. Saiba mais aqui.

Cadastre seu email para receber PDFs gratuitos e materiais exclusivos

© 2019-2021 Miss Paper. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade e Termos de Uso
© 2019-2021 Miss Paper. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade e Termos de Uso